quarta-feira, 28 de abril de 2010

Prefeito Dário Berger deve explicações

Meu nome é Fábio Pacheco, jornalista dos Diarios Associados, e não consigo entender como
a prefeitura de Florianópolis vem tratando Canasvieiras com tanto descaso. Conheci esta bela praia em 2002 e tive o privilégio de citá-la como um belo exemplo de administração naquele época, pois quando estive aí, a água oferecia balneabilidade, os ambulantes eram todos credenciados e jogos de bola proibidos. Tudo o que um veranista ou turista precisa para descansar e aproveitar as férias. Agora para meu espanto me defronto com os apelos de amigos e moradores pedindo socorro para com o abandono do bairro. Não acredito que esta administração pertença ao prefeito Dário Berger, um dos melhores administradores públicos deste país. Penso que ele deve explicações à comunidade local e um projeto a curto prazo para a recuperação da balneabilidade de Canasvieiras, um projeto de saneamento, coleta de lixo e reformas das praças. Viajo muito por este país e recomendo uma visita a Natal, cuja prefeitura vem fazendo um excelente trabalho de reestruturação das praias urbanas.

7 comentários:

James Pizarro disse...

Praças ? Que praças ?
Em Canasvieiras não existem praças !
Pelo menos com o entendimento que se tem duma praça...local aprazível, com bancos, com brinquedos, com canteiros e flores, quadras de esporte, pista prá se caminhar, um bebedouro, sanitários, etc...NÃO EXISTEM PRAÇAS EM CANASVIEIRAS !!!
Socorrooooooooooooooooooo !!!

James Pizarro

Moradora desiludida disse...

Existe sim!
É uma praça bem bizarra...fica à beira-mar, tem brinquedos enferrujados, mato bem alto, sujeira pra todo lado, muitos moradores de rua que se tornaram posseiros daquele local, onde cozinham, fazem suas necessidades fisiológicas ali mesmo, consomem suas drogas...e tudo isso à luz do dia!!!! Imaginem o que acontece depois das 18h...
Famílias aproveitam feriados e finais de semana para levarem seus filhos àquele lugar, única opção de lazer que Canasvieiras oferece, além do banho de mar com esgoto a céu aberto.

cleia disse...

QUERIA FAZER UM COMENTARIO SOBRE OS ANDARILHOS DE RUA E OS DOGRADOS QUE TOMARAM CONTA DA PRACINHA DA PRAIA DE CANASVIEIRAS,ONDE NÃO PODEMOS MAIS CIRCULAR DURANTE O DIA COM NOSSOS FILHOS E QUEM DERA A NOITE POIS ESTÃO USANDO DROGAS, DORMINDO E UMA SERIE DE OUTRAS COISAS QUE INDIGINAM A POPULAÇÃO DE CANASVIEIRAS E IMAGINA OS TURISTAS.COMO PODEMOS QUERER RECEBER TURISTAS SE NOS MESMOS ESTAMOS COM MEDO DESTES MARGINAIS.EM MAIO TEREMOS UM GRANDE EVENTO CHAMADO IRROMEM! COMO VAMOS RECEBER OS COMPETIDORES DESTE JEITO?SE O PREFEITO NÃO DA JEITO VAMOS FAZER UM ABAIXO ASSINADO E LEVAR PARA O MINISTERIO PUBLICO E CHAMAR A TELEVISÃO!

Iara disse...

Bem lembrado quando se refere a coleta do lixo. Falta uma campanha bem forte de conscientização para as pessoas, no sentido de cuidarem do lixo e uma maior eficiência na coleta. É muito pouco, por exemplo, a coleta seletiva recolher só uma vez na semana e por outro lado, a população não colaborar ao se livrar do lixo de dentro de suas residências e praticamente jogá-lo do portão para fora, e de qualquer maneira.

Iara

Anônimo disse...

Em 2002 a situação da balneabilidade era melhor. O que acontece é que de lá para cá a população de Canas aumentou muito e a pergunta é: Mesmo sabendo que possuímos uma ETE, será que esta estação não está "defasada" devido ao grande número de moradores que para cá migraram e no verão, ao excessivo contingente de turistas que também vem passar férias? E diga-se de passagem, muitos vem e já ficam????

Iara disse...

É só pensar um pouco...claro que iria acontecer contaminação, viroses, etc....se não fiscalizam os vendedores das comidas de praia (choripan, queijo coalho, milho verde,churros...)é óbvio que esses produtos tem procedência duvidosa. LEMBRAM DE UMA REPORTAGEM NA MÌDIA QUE FOI VEICULADA EM PLENA TEMPORADA? Os queijinhos, por exemplo, eram armazenados ao relento, em baixo de camas, sem o mínimo cuidado com refrigeração...e por aí vai.
Sem uma fiscalização rigorosa não há como a população sair de um veraneio com a saúde perfeita.

Outro disse...

Por falar em praças, fico me perguntando: Se a Praça XV, no coração de Florianópolis, marco zero da cidade, está "daquele jeito", como esperar que o prefeito Dário tenha um cuidado e uma preocupação com o lazer de outros pontos da ilha? É UMA VERGONHA, UM DESCALABRO, UMA PIADA DE MAU GOSTO....
Como já foi mencionado por outro morador: Socorrrrrrrro!!!!!